Campinas Itatiba Louveira Valinhos Vinhedo

Ocupação de UTI chega a 100% em quase todas as cidades da região

uai valinhos vinhedo louveira Itatiba

O Brasil registrou no último Domingo (10) a maior média de casos de COVID-19, os números foram atualizados pelo consórcio de veículos de imprensa, e os números mostram uma tendência de piora já que houve muita aglomeração no final do ano.

uai valinhos vinhedo louveira Itatiba

Das cidades cobertas pelo Cicerone as que possuem situação mais crítica são Valinhos e Vinhedo, nas quais as Santas Casas já alcançaram 100% de ocupação dos leitos de UTI segundo as instituições. Itatiba que aumentou as ofertas de leitos no final de 2020 mantém a ocupação de leitos de UTI abaixo de 100%, mas com pouca margem de manobra.

Sobre esse aumento acentuado da curva de casos, conversamos com a infectologista Raquel Stucchi, professora da Unicamp, disse que não é apenas resultado do maior número de testes que estão sendo feitos. É de aglomerações. Segundo a infectologista, com tanta gente adoecendo na mesma época, o risco é de colapso do sistema de saúde, como já se vê em algumas cidades e estados.

Até em Campinas a situação está bastante delicada, o HC da Unicamp anunciou ontem (11) que atingiu 100% da capacidade de leitos de UTI. E Campinas, segundo o G1, tem apenas seis leitos de UTI Covid livres pelo SUS.

Nesse momento é importante considerar retomar o isolamento e redobrar a preocupação com a higienização das mãos, roupas e lugares onde passamos bem como o uso constante de máscara. O Cicerone separou algumas ações que podem ajudar:

Foto: Ministério da Saúde
Foto: Ministério da Saúde
Foto: Ministério da Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *